Fifa inaugura centros de mídia conectados com o mundo inteiro no país

O Centro Aberto de Mídia (CAM) que oferece estrutura de trabalho a jornalistas não credenciados pela FIFA para os jogos do Mundial foi inaugurado na terça-feira passada, 3, na Praça das Artes, em São Paulo. O evento de inauguração contou com a presença de autoridades dos governos federal, estadual e municipal.

Jornalistas nacionais e estrangeiros poderão utilizar o espaço, gratuitamente, das 9h às 22h, na Avenida São João, próximo ao Vale do Anhangabaú, local da Fan Fest da Copa do Mundo na capital paulista. O centro tem 172 posições de trabalho, sendo 128 na sala de imprensa e 44 no espaço de convivência. A estrutura conta ainda com auditório para entrevista coletiva com capacidade para 192 pessoas.

O CAM também será sede da Casa das Nações, que oferecerá serviços consulares para atender a demanda de visitantes internacionais. A prefeitura de São Paulo aproveitou a inauguração para lançar o Guia São Paulo 2014, que será distribuído aos torcedores nacionais e estrangeiros.

Inauguracao
O secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, e o governador do estado, Luis Fernando Pezão, participaram da inauguração do Centro de Mídia Internacional.

Já no Rio, começou a funcionar na segunda-feira passada (2) um dos locais mais importantes da Copa: o Centro de Mídia Internacional, que vai receber milhares de jornalistas do mundo todo.

Boa parte da emoção da Copa do Mundo vai passar pelo Centro Internacional de Transmissão (IBC). Trata-se de uma área sete vezes maior que o Maracanã conectada com 214 países.

Durante um mês e meio, o IBC será a base de grandes redes de rádio e televisão dos cinco continentes. Os quase 19 mil profissionais de imprensa credenciados para o Mundial, um recorde histórico, vão receber o material produzido pelas equipes da Fifa.

Mais de 7 mil horas de imagens do futebol e do país da Copa ficarão armazenadas em servidores. No IBC, são ouvidos quase todos os idiomas do planeta. Serão 34 câmeras ao vivo em cada um dos 64 jogos da Copa.

Todas as imagens vão passar por uma sala antes de serem enviadas para o mundo todo. A Fifa quer realizar no Brasil uma Copa do Mundo inovadora para que o torcedor possa acompanhar todos os jogos de um jeito bem diferente. Para o diretor de televisão da Fifa, Nicolas Ericson, a tecnologia vai permitir a maior interatividade já vista em uma Copa do Mundo.

Trata-se de um evento bastante aguardo para o meio Broadcast por ser promissor no que tange as tecnologias de exibição, distribuição e reprodução de imagens.

 

19 comentários em “Fifa inaugura centros de mídia conectados com o mundo inteiro no país

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.